Google Translate

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Senhora dos meus quereres

Onde se encontra o limite de tua beleza inigualável? Apenas sei que ela habita no aspecto do teu lindo rosto e nas formas e curvas do teu corpo exuberante! Apenas sei que em nenhum canto do planeta Terra consegui achar uma mulher tão formosa como tu.

Rainha de todas as beldades, apenas tu conseguiste conquistar um espaço dentro do meu coração. Agora este é o palácio onde fazes morada, o teu senhorio sobre ele é pleno. És minha Dona e minha espada poética está sujeita aos teus mínimos desejos.

Sou um mero vassalo de tua vontade, o teu querer a cada minuto tento adivinhar para que possa prontamente realizá-lo, pois, fazer-te absurdamente feliz é o meu grande objetivo. Senhora de todo o meu ser, há tempos que quedei prontamente junto aos teus pés.

Tu, e tão somente tu, és a fonte da minha perfeita felicidade, teus beijos adoçam alegremente minha boca, teus afagos em meus cabelos e face trazem alento ao meu íntimo. E o que dizer de tuas amorosas palavras que, sussurradas sensualmente junto ao meu ouvido, acendem labaredas de paixões vermelhas, a elevarem-se do seio da minha masculinidade?

Apenas junto de ti, oh, minha bela, reside o amor total, e é por esta razão que não consigo viver em um espaço que não esteja tomado pela tua presença.  Viver longe de ti seria a mesma coisa que me divorciar da própria vida!

Na fortaleza dos meus braços devo encerrar-te; afinal, não posso permitir que um ousado aventureiro te leve para longe de mim, quem sabe a algum lugar onde jamais consiga alcançar-te. Em oração, pedirei aos anjos que te guarneçam, enquanto durmo, envolvido no teu abraço apertado, dentro da nossa alcova de desmedidas labaredas e floridos jardins.

É no calor da tua pele macia, espelho de tua alma fúlgida, que encontro mil oásis de pura satisfação, a preencher tanto a minha mente, quanto o meu espírito sedento. 

Viver em comunhão contigo, oh, amantíssima, é como viver de mãos dadas com as mais belas deusas primais do AMOR BENDITÍSSIMO.


ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Revisão textual e leitura crítica realizadas por Natanael de Alencar.

2 comentários:

Graça Pires disse...

Um texto cheio de emoção e sensualidade.
Uma boa semana.
Um abraço.

Mariadejane.matos disse...

Entrega total de sentimentos...
Que seja fértil e duradouro!