Google Translate

domingo, 24 de setembro de 2017

A rosa rubra dos meus desejos

Faz-te toda desejo quando te colocas nua diante de mim, expondo a beleza natural deste teu jovem corpo que tanto amo.  Faz-te deusa aos meus olhos, mostrando tua rosa rubra, que guardas em meio as tuas pernas, isto me leva a salivar em mil quereres pelo sumo que escorre dela, quando tu estás excitada.

Prostro-me ante a tua sensualidade que como serpente se enrosca em mim, torno-me então, dominado pela tua vontade de querer ser a minha senhora, dona absoluta do meu ser.  Unjo-me com o teu suor sagrado e lascivo, assim, como bebo do doce vinho dos teus fluídos corporais. Entro em estado de êxtase ao sentir o odor divinal do incenso do teu cheiro.  Cubro-me com as longas madeixas de tua cabeleira, entrelaço-me em ti, ansiando me mesclar com tua essência de mulher caçadora.

Percebo em teu olhar a inocência de um anjo e o desejo de uma sereia. Em teus braços encantados, sou conduzido a experimentar o manjar irrecusável dos teus deleites!

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

Nenhum comentário: