Google Translate

0

Corpos soltos

sexta-feira, 15 de setembro de 2017.
Nossos corpos soltos no vento impetuoso do desejo, instrumentos do prazer feitos de carne, sangue e ossos. Entrelaçado em ti me encontro com delícias que superam tudo que já experimentei, tu és um mar misterioso de deleite e sensações aprazíveis, que, fazem todo o meu ser se satisfazer continuamente.

Tu és a alegria sensual que me unge da cabeça aos pés, a mulher que faz o genuíno regozijo dos sentidos, tomarem conta absolutamente do homem que eu sou. Tua boca colada a minha fazendo as nossas línguas se entrelaçarem; manifestam ósculos incendiários que acendem em nosso interior, uma fogueira inapagável de pura paixão.

Somos homem e mulher, se entregando apaixonadamente a força de um querer, que ultrapassa a nossa própria razão, levando-nos quase a beijarmos os lábios ácidos da própria demência. Sou um só contigo neste enlace de dulcíssima luxúria que não tem fim.  Sou um só contigo a vivermos esta estória de amor desmedido, entrega leal e orgasmos mais que benditos.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS
Comente aqui...
0

Tu és o meu Anjo profano

quarta-feira, 13 de setembro de 2017.
Debaixo das tuas asas de anjo profano desejo descansar, afinal o que sou eu sem o teu amor, sem a presença da tua luxúria desmedida em minha vida? Tu és meu anjo-proibido, aquela que nem ouso pronunciar o nome em público, pois, o que temos entre nós, talvez não fosse aceito por aqueles que nos conhecem.

Apenas compreendo que os meus amanheceres somente são radiosos quando recebo teus beijos vulcânicos em minha boca, ela que sempre está sedenta pelo contato delicioso com os teus lábios.  Sempre olho para o relógio como quem deseja controlar as horas, para que logo chegue o tempo de ficarmos juntos.  Cada segundo longe de ti, parece ser uma eternidade que vivo longe de toda luz, que possa me iluminar e me trazer alguma esperança.

Teus segredos eu tento desvendá-los a cada novo encontro nosso, os meus, tu os tem guardados na palma da tua mão, os desvendastes usando o teu charme de donzela-sereia, convencendo-me a contá-los um a um para ti. Agora a minha alma te pertence tanto quanto a vida pertence à morte, agora o meu desejo em te possuir continuamente, é rio caudaloso que me arrasta violentamente em tua direção.

Dividir contigo o leito dos nossos prazeres sensuais me satisfazem divinamente, teu corpo hoje se tornou o meu vício absoluto; em seus suores e fluídos encontro o antídoto, para curar-me do veneno da desumanidade que às vezes assola a minh’alma. Teu corpo desnudo é o templo onde encontro as divindades politeístas do amor, nele me faço teu sacerdote e amante egípcio.

Querer-te me conforta e me traz uma felicidade que talvez somente os deuses sintam, e é apenas com a chave sagrada e mágica do teu amor, é que conseguirei abrir as portas do PALÁCIO DE OURO de ÍSIS.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Ame ousadamente, sem limites e sem medo de ser feliz, ame absurdamente e com a chave deste amor, abra para si, as portas do PALÁCIO DE OURO DE ÍSIS! 
Comente aqui...
0

Irresistível sedução

terça-feira, 12 de setembro de 2017.
Teu magnetismo sensual me atrai a ti de forma irresistível, tu me convences a estar sempre contigo usando a força da tua beleza lunar. Perco-me em meio as tuas madeixas louras, me reencontro na lisura de tua pele branca, me ilumino sentindo o ósculo perfumado dos teus lábios que delicadamente tocam os meus. Encanto-me sobremaneira, com tua nudez que expõem a contemplação dos meus olhos; a imagem de uma deusa que transpira pura sensualidade.

Em tua alcova que odoriza o perfume mesclado de flor de laranjeira e lírio do vale assim como o jasmim, sempre me foi um doce convite a experimentar o prazer sexual em pleno conluio contigo.  No calor lilithidiano dos teus afagos, eu continuamente experimentei sensações indescritíveis, de um êxtase inconcebível pela mente humana. Em tuas mãos de rainha das fadas, eu fui tocado por uma magia deslumbrante chamado amor!

Deitado em teu leito forrado por lençóis confeccionados de puro algodão, desnudei-me contigo tanto no corpo quanto na alma, te revelei os meus mais íntimos fetiches como as minhas fantasias que, são senhoras de uma ousadia puramente extrema. E tu, oh mulher súcubo, as realizou plenamente comigo, tanto eu estando acordado assim como dormindo.

Navegando pelos mares revoltos dos teus gemidos de ninfa libertina, ouvi o canto lírico das sereias da paixão luxuriante, me refestelei ouvindo tal som enigmático, que, perfurou a minha alma com uma doçura não procedente daqui do planeta Terra, mas, com certeza vinda dos orbes divinais.  Cada centímetro da minha carne está impregnado de um sentimento de límpida adoração por ti!

No encontro sincronizado dos nossos orgasmos sísmicos, me desconstruo em mil pedaços, e, após isto, é sentindo a força vital do teu útero me ungindo, é que me percebo novamente reconstruído por inteiro, um homem totalmente renovado pela tua profanidade e sacralidade FEMININA.


- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS  

A imagem que ilustra o texto publicado acima faz parte do trabalho fotográfico- artístico de Pavel Titovich, fotógrafo russo. Sua fotografia de aspecto envelhecido é uma marca pessoal sua, que chama muito a atenção em seu trabalho. 
Comente aqui...
0

Irrevogável paixão

sexta-feira, 8 de setembro de 2017.
Busco-te sem cessar com toda força da minha alma, trilhando pela estrada da paixão, como um anjo caído procuro redenção em teu amor de mulher-sereiânica. Apenas no esconderijo dos teus braços, consigo a segurança que tanto necessito para viver em paz e feliz. Os morcegos negros da desilusão me perseguiam pelo grande vale das sombras, mas, quando finalmente te encontrei, eis que me transportastes para um paraíso de pura luz, onde o que reinava plenamente era o teu amor de fêmea profana.

Em teus ósculos de sabor lírico, me embeveci encontrando neles o maior dos carinhos, a textura macia dos teus lábios me revelava a face ditosa dos anjos. Nos mares dos teus afagos tive todas as minhas cicatrizes curadas, tendo-te do meu lado possuo um contentamento que me parece vir de outro mundo.

Viciei-me nos encantos do teu corpo, me perdi e me encontrei novamente em cada curva e reta que ele possui. O teu modo de me seduzir com a beleza dele nunca foi linear, nenhuma outra beleza me convence assim, teus artifícios em me conquistar, oh, baby, são infalíveis.

O teu olhar me diz tudo, através do seu foco, as salamandras me iluminam com o luzir das suas chamas ardentes, desde que usastes o poder hipnótico dele sobre mim, ah, meu doce anjo, eu nunca mais fui o mesmo.  Estou, pois, rendido a tua graça matrilinear, em dentro de ti, oh, bendita estrela da manhã, habita a Deusa-Mãe que eu tanto adoro.

Nos atos e conluios de pura paixão romântica que praticamos juntos, durante as madrugadas, sobrevoamos as estrelas que compõem a via - láctea, conseguimos tocar com as pontas dos nossos dedos, a sola dos pés dos anjos, que habitam o paraíso celestial.  É transcendental amar-te com tamanha força lúdica, é glorioso me misturar com tua essência de princesa amazona. Sinto com isto que somos complemento um do outro.

Confesso que me reconheço ser o maior dos reis ao ser ungido com o óleo dos teus suores, ao ser coroado com a coroa de ouro dos teus beijos e abraços, e, finalmente, poder morar infindamente nos palácios carmins dos teus dionisíacos orgasmos.


- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
Comente aqui...
TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory